1 ano morando em Madrid: uma reflexão do que vivemos até aqui.

Você pode gostar...

35 Resultados

  1. Mirella disse:

    Olá! Cheguei aqui em Madrid 15 dias depois que vocês! Marido veio a trabalho, dois filhos pequenos (a caçula tinha apenas 3 meses!), eu não falava o idioma… e você conseguiu expressar tudo que eu sinto! Posso compartilhar? Beijo!

  2. Thales disse:

    Ei Juliane.Mais uma vez parabéns pelo post e por resumir tão bem as dúvidas que existem nas nossas cabeças em um momento como esse. A sua visão ajuda muito no entendimento de tudo e enxergar que sim,vale tudo a pena.Em breve estaremos aí compartilhando desses sentimentos e seu post com certeza será sempre lembrado..
    Tudo de bom!!Abraços

  3. Cheila disse:

    Juliane, me emocionei demais com seu relato. Gostaria de manter contato. Ano que estarei passando pelo mesmo processo que o seu… Fiquem c Deus. Cheila.

  4. josé CArlos disse:

    Morei em Madrid de 1999 até 2004. Ir embora é bem isso que você colocou.
    Infelizmente, e ainda mais agora em tempos de mídias sociais, publicamos momentos bons e escondemos os muitos ruins. Muitos acreditam mesmo que viver na Europa é um mar de rosas, glamour e nada mais. Ledo engano. Sou descendente de italianos e no começo do século XX foram meus ancestrais que deixaram tudo para trás. Agora muitos fazem o caminho inverso. A humanidade espalhou-se assim. Esquecemos que nessa vida temos milhares de opções mas que, uma vez feita uma escolha, as outras ficam automaticamente para trás. O Brasil não está bem em vários aspectos. O pior é a passividade de seu povo que se vê roubado, lesado, contaminado por vales diversos e simplesmente olha como olhos de rebanho a hora do abate.

  5. Fernanda Bitencourt disse:

    Oi Juliane sou gaúcha e também estou querendo fazer esta mudança. Podemos conversar por e-mail?
    Que Deus continue abençoando vocês, bjs.

  6. Maria de Jesus Carvalho disse:

    Muito bom mesmo, tenho vontade de ir morar fora do Brasil, estou aposentada e minha renda é suficiente para ir o problema é que não tenho companhia e não conheço ninguém aí.

    • Juliane disse:

      Oi Maria!

      Com certeza ao chegar aqui conhecerá pessoas muito legais! Não deixe que isso seja um empecilho!

      Beijos

      Juliane

  7. Fernanda disse:

    Vai fazer 5 meses que fiz exatamente igual, estou em Valencia. Viemos eu, marido e filho de 2 anos e 6 malas. Essa semana me questionei se valeu a pena largar tudo, obrigada pelo texto!

  8. Ro disse:

    A vida é feita de escolhas e lá na frente colhemos os frutos.
    Tenho certeza que os frutos serão maravilhosos e se não forem aqueles esperados, faz parte da vida e nunca se saberá como seria se a escolha fosse diferente.
    Só pelo fato da família estar mais unida vc já pode esperar um enorme ganho no relacionamento entre vcs. Os valores, com certeza terão um salto de qualidade e a casa grande, um quarto para cada, programa de tv personalizado, dá lugar à estar junto em família, além de inúmeras outras importâncias que a vida passará a ter.
    Que a vida seja feliz para vcs e se algum problema mais sério vier, nunca pensem: -ahhhhh, se não tivéssemos vindo…..esses “se” jamais serão explicados e faz parte da vida de todos onde quer que estejam.
    Desejo o melhor para cada um de vcs.
    Deus os abençoe!!!!

  9. Mateus Tuzzo disse:

    Uau…. que história linda…. Eu, minha mulher e dois filhos moramos durante 1 ano (2014) no Estoril (Portugal), onde Simone realizou seu pós-doutorado. Lendo seu relato só reforcei minha convicção de voltar um dia em definitivo. A questão da segurança, realmente, é de ninguém acreditar aqui no Brasil. Quando conto que pegava o trem à meia-noite com minha mulher voltando de um restaurante em Lisboa alguns dão sorrisos amarelos (não acreditando….). Parabéns! Madrid é realmente encantadora…. Adoramos a cidade! Como temos cidadania italiana tudo foi muito fácil. Infelizmente temos algumas pendências ainda para resolver aqui (perto de se aposentar) e arriscar agora seria jogar 30 e poucos anos fora…. Então, continuaremos a sofrer acreditando em nossa vez chegará. Boa sorte!

    • Juliane disse:

      Oi Mateus!!

      As coisas acontecem no tempo certo, temos apenas que saber esperar!
      Muito obrigada pelas palavras! Espero que logo posso saber que o tempo de vcs chegou!

      Beijos!

      Juliane

  10. junior felix disse:

    tudo q vc disse e verdade! hoje estou no brasil! mas vivi em madrid por tres anos y como e maravilhoso viver ai! seu comentario me fez relembrar de tudo q vivi em madrid. boa sorte e tudo de bom pra vc y sua familha .

  11. ANA CAROLINE ALVES NAKAEMA disse:

    Que história linda! Parabéns pela coragem.
    Ju, gostaria de algumas dicas, será que posso conversar com você por e-mail?
    Tenho muita vontade de morar na Espanha. Tenho 25 anos, sou Psicologa, queria dicas, infs… me ajuda rsrss bjooss.

  12. Larissa disse:

    Que história linda, fiz o mesmo que vcs mais sozinha! E tbm não me arrependo de nada, e estou perto de trazer a minha filha e mostrar pra ela que aqui é o nosso lugar!!! Desejo que vcs continuem Unidos e felizes!!! Bjosss😘😘

  13. Cris disse:

    Me fez chorar Mel, estou a alguns passos de fazer o mesmo que tu!!! Obrigada pelo post que me deu forças a proceguir!!!

  14. Janisleya disse:

    Muito legal.
    Esse texto diz tudo.
    Felicidades a Familia
    Amo Madrid,12 anos siendo Feliz aquí

  15. Vanessa disse:

    Gostei mt! Moro ha 4 anos aquic uma filha de 5 e amo viver aqui. Fico feliz q vcs estejam bem!

  16. Erika disse:

    Qdo li esse texto pensei, qdo foi que escrevi isso?
    Acabo de completar 1 ano de Madrid tb, e como vcs, saimos de casa em família. Marido,eu e nosso filho de 8 anos.
    Tb pensei que estava tirando do meu peque o direito da infancia ao lado dos primos e dos avos. Mas cada dia mais eu tenho a certeza de que aqui e o melhor lugar pra ele crescer, aprender e amadurecer.

    • Juliane disse:

      Oi Erika! Que legal que tu te identificou com o texto! E que bom é quando a insegurança dá lugar a certeza de que estamos dando o melhor para eles, não é mesmo? Bjs e segue acompanhando a gente aqui, sempre temos histórias novas!!

  17. Wellington Pereira Borges disse:

    Também tenho sonho de fazer essa mudança, justamente pra Madrid onde já realizei intercâmbio no passado. Mas como você fez com a questão dos vistos? Quero ir legalmente, mas não encontro meios. Preciso de ajuda!

    • Juliane disse:

      Oi Wellington! Nós viemos com cidadania, explico direitinho nos posts anteriores. Se vc não tem direito à cidadania européia, tem que vir com visto de trabalho (uma empresa daqui lhe contrata ainda aí) ou estudante (que dá direito só a fazer estágio remunerado). Mas estes vistos vc tem que fazer aí no Brasil. Abraço!

  18. Fabiana Braga Infanti Valente disse:

    Ahh que história positiva…feliz de verdade que vocês se adaptaram. Mesmo não conhecendo vocês, já senti isso uma vez e foi super construtivo. Hoje estou passando novamente por esta sensação de inseguranças e medos, porém muito mais de pensamentos positivos e de que “tudo vai dar certo” porque Deus esta preparando o caminho e a hora certa. Sucesso e sorte para a família toda e que Deus continue abrindo e abençoando os caminhos que decidiram trilhar. Beijos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *